Veja aqui porque o glúten não prejudica a sua dieta de redução de peso

Estamos sempre procurando um novo culpado para os nossos problemas com o controle de peso ou com a nossa saúde. Na alimentação, muitos alimentos que hoje são considerados essenciais para a manter a qualidade de vida, já foram duramente julgados e criticados por especialistas e profissionais da área da saúde. Nesta lista entram o tomate, o ovo e até o leite.

O vilão da vez é o glúten, mas você sabe o que é este composto alimentar e porque ele poderia prejudicar a sua saúde e o controle do seu peso? No texto de hoje vamos explicar porque a ingestão deste composto alimentar não é capaz de prejudicar, sozinho, a sua dieta de redução de peso.

O que é o glúten?

Antes de explicar porque o glúten não atrapalha a sua dieta, é primeiro preciso entender o que é este composto alimentar e onde ele pode ser encontrado. O glúten é uma proteína encontrada no endosperma do trigo e de outros cereais, como a cevada e o centeio, responsável por parte da nutrição destas plantas. Ele é considerado um ingrediente indispensável na culinária, já que apresenta características importantíssimas na elaboração de massas e na panificação, responsável por dar elasticidade e consistência a estas misturas.

Porque o glúten é um vilão?

O que vem relacionando a ingestão de glúten com problemas de saúde e de controle de peso é o aumento dos diagnósticos de doença celíaca em todo o mundo. A doença celíaca é um quadro clínico caracterizado por uma sensibilidade aumentada ao consumo do glúten, podendo causar mal estar, diarreia e outros sintomas gastrointestinais. Esta doença só é manifestada em indivíduos que apresentam uma alteração genética específica para o surgimento dos sintomas, não sendo possível encontrar estes problemas em pessoas que não apresentam este gene. Mesmo assim, a doença celíaca só é confirmada após a realização de uma biópsia de intestino que resultaria como positiva para a manifestação da doença.

No Brasil, a incidência desta doença pode acometer uma a cada 350 ou 400 pessoas, o que a torna comum, mas não dominante na nossa população. Graças a este aumento de diagnósticos da doença, resultado do avanço das técnicas médicas e de laboratório para identificar este quadro clínico, muitas pessoas começaram a insinuar que isto seria uma consequência do nosso grande consumo de glúten, abrindo margem para relacionar esta proteína também com o crescimento da epidemia de sobrepeso e obesidade em todo o mundo. Esta afirmação pode ser considerada equivocada, e vamos explicar porque.

Qual é a relação entre o glúten e o ganho de peso?

Não existe uma relação cientificamente comprovada entre o glúten e o aumento de peso. O que acontece aqui é um problema com a quantidade de ingestão de calorias ao longo do dia. Como os alimentos fonte de glúten são exclusivamente carboidratos, como o pão, macarrão, biscoitose cerveja, o seu consumo em excesso pode levar a um aumento de ingestão calórica, que leva, inevitavelmente, a um aumento de peso. Vale a pena reforçar, portanto, que o que engorda não é a ingestão do glúten, mas sim o excesso da ingestão destes alimentos.

O maior problema na alimentação de um indivíduo brasileiro com excesso de peso é a quantidade de carboidratos que ele ingere por dia, já que o nosso hábito alimentar é bastante dependente destas fontes alimentares. Quando este mesmo indivíduo pratica uma dieta que prega a exclusão de todas as fontes de glúten da alimentação, ele acaba reduzindo consideravelmente a quantidade de carboidratos que consome, reduzindo também sua ingestão calórica diária. A conclusão errada é dizer que esta redução de peso é relacionada com a retirada do glúten da alimentação, já que ela é uma consequência da redução calórica. Por isto podemos afirmar que o glúten não engorda.

Tirar o glúten da minha dieta pode prejudicar a minha saúde?

Pacientes que vivem sem glúten conseguem tranquilamente manter a qualidade da dieta e da sua saúde ao longo dos anos, mas às custas da adaptação de muitos hábitos alimentares e muita força de vontade. Para indivíduos que não têm a doença, os alimentos fonte de glúten são uma boa alternativa para manter o equilíbrio da sua alimentação. Estes alimentos são fonte importante de vitaminas, minerais, fibras e carboidratos, que fazem parte de uma dieta nutricionalmente completa e balanceada. Retirar o glúten da dieta, sem ter a obrigação clínica de fazer isto, pode dificultar o alcance de algumas necessidades nutricionais básicas do indivíduo.

Como fazer para conseguir ingerir glúten e não ter problema com a saúde?

A única maneira de ingerir estes alimentos fonte de glúten e não ter problema com a saúde é manter uma alimentação balanceada e pautada no equilíbrio. Para se perder peso corretamente é preciso saber comer de tudo, nas quantidades corretas, para não sofrer com as consequências da falta de algum nutriente. Se você tiver alguma dificuldade para balancear sua alimentação e, mesmo assim, continuar vendo resultados na redução do seu peso, não deixe de contar com a ajuda de um nutricionista para alcançar seus objetivos.

Você realiza uma dieta sem glúten? Qual é o seu objetivo final ao excluir este alimento da sua dieta? Use este espaço para discutir com a gente a condenação errada desta proteína na nossa alimentação!