6 vegetais ricos em proteínas para completar sua dieta

6 vegetais ricos em proteínas para completar sua dieta

Se você precisa aumentar a sua ingestão proteica, logo deve ter imaginado que isso só é possível de ser feito com o consumo de produtos de origem animal, correto? Pouca gente sabe, mas alguns alimentos de origem vegetal são fontes tão importantes de proteína e aminoácidos quanto aqueles de origem animal. As proteínas de origem vegetal ainda apresentam uma grande vantagem com relação às encontradas nos produtos animais: seu consumo não é associado a um alto valor de gorduras saturadas, que podem fazer mal à saúde do seu coração.

Ficou interessado em saber quais vegetais ricos em proteínas são ótimas opções para incluir no seu cardápio? Confira a lista que separamos para você!

Leguminosas

As leguminosas são vegetais extremamente importantes para quem está precisando aumentar a ingestão de proteínas. O feijão, a lentilha, a ervilha e o grão-de-bico, que são as leguminosas mais consumidas no nosso dia a dia, apresentam uma concentração relativamente alta de proteínas e aminoácidos quando comparados com outros alimentos de origem vegetal.

O consumo dessas leguminosas, quando combinado com algum cereal – arroz, milho, trigo – torna esses alimentos ainda mais ricos nutricionalmente. Por esse motivo a mistura de arroz com feijão do brasileiro é tão interessante para quem quer aumentar a ingestão de proteínas.

Edamame

Edamame é o nome dado aos grãos de soja que são preparados e comercializados dentro da vagem, muito consumidos em pratos e restaurantes orientais. Apesar de parecerem alimentos pequenos e com quase nenhuma relevância nutricional, esses pequenos grãos podem fazer a diferença no seu consumo proteico ao longo do dia.

Uma porção de edamame pode conter, em média, 22 gramas de proteína, o que ajuda a reforçar uma refeição pobre nesse macronutriente e valorizar a sua ingestão de outros compostos importantes como vitaminas, fibras e minerais.

Aspargos

Sabemos que não é todo mundo que valoriza o sabor de um prato preparado com aspargos. Porém se você quer aumentar seu consumo de proteínas sem depender de alimentos de origem animal, esse vegetal é um bom aliado da sua dieta.

Em 100 g de aspargos é possível consumir aproximadamente 2,4 g de proteína, além de se beneficiar de suas características diuréticas e de sua concentração de vitaminas, minerais e fibras.

Semente de abóbora

Você já provou sementes de abóbora nas suas receitas antes? Esses produtos, muito consumidos como petiscos ou como ingrediente de farinhas ou cremes, também são ótimas opções para completar sua ingestão de proteínas ao longo do dia.

Uma pequena porção de 100 g desse alimento pode lhe oferecer até 5 g de proteína. O que você está esperando para adicioná-la à sua dieta?

Oleaginosas

Para quem gosta de saborear oleaginosas como o amendoim, as amêndoas, as castanhas ou o pistache, essa é uma boa notícia: esses alimentos são ótimas fontes de proteína para a sua dieta.

Assim como observado nas sementes de abóbora, as oleaginosas são consideradas alimentos ricos em proteína, já que as suas estruturas são formadas por aminoácidos e moléculas de proteínas de fácil absorção para o corpo humano. Além disso, são fonte de ácidos graxos benéficos para a nossa saúde, como os ômegas 3, 6 e 9.

Vegetais verde-escuros

Você sabia que aqueles vegetais refogados que compõem seu prato de almoço, como a couve, o espinafre e a mostarda, são excelentes fontes de proteína de origem vegetal para a sua dieta? 45% da composição nutricional dessas folhas são proteínas, além de representarem também uma ótima fonte de vitaminas, fibras e de minerais como o ferro e o cálcio.

Com a ajuda desses seis alimentos você vai conseguir garantir um aumento significativo na sua ingestão de proteínas diárias sem prejudicar a qualidade da sua saúde!

Ficou interessado em saber como uma alimentação focada em produtos vegetais pode lhe beneficiar ainda mais? Confira esse nosso artigo sobre como manter uma dieta vegetariana saudável!