Vai começar a treinar? Siga estas dicas para fazer tudo certinho!

Sabemos que praticar exercícios físicos regulares traz uma variada gama de benefícios para a saúde do corpo e da mente. Podemos citar a prevenção de complicações como a obesidade, hipertensão, asma, câncer de mama e, até mesmo, problemas psicológicos como a depressão e a ansiedade.

O intrigante é que a grande maioria das pessoas não desconhece essas informações, mas, ainda assim, leva uma vida sedentária, especialmente nos grandes centros urbanos. Se você está disposto a mudar esse quadro e a começar a prática de alguma atividade física, certamente já deu o primeiro e mais importante passo em direção a uma vida mais saudável! Foi pensando em você que preparamos esse guia com quatro dicas para começar a malhar.

Estabeleça objetivos e metas!

Os objetivos de quem procura iniciar uma atividade física variam muito: estética, saúde, estilo de vida ou preparo físico. Na verdade, o que se busca aqui é um foco, na medida em que todos esses objetivos estão relacionados. O importante é estabelecer seus objetivos e buscar uma atividade que traga os resultados pretendidos.

As metas também são importantes para que alcancemos nossos resultados. Pensar a longo prazo às vezes pode trazer inquietação, por esse motivo o melhor é encarar o percurso como uma escada que subimos degrau por degrau. Quando atingimos as metas preestabelecidas nos sentimos recompensados e vitoriosos.

Escolha uma atividade física adequada à sua personalidade!

Quando praticamos exercícios físicos com regularidade, liberamos no cérebro uma substância chamada endorfina, que está fortemente associada a uma sensação de bem-estar e prazer. Desse modo, a prática da atividade, em si, já vem acompanhada de um poderoso estímulo.

No entanto, o exercício físico não é apenas um alimento para o corpo, mas também para a mente. Uma boa corrida acompanhada de um belo visual pode limpar a cabeça depois de um dia cheio. A prática de uma arte marcial pode liberar o excesso de energia, evitando o stress. É possível, por exemplo, conhecer um pouco mais da cultura do povo argentino fazendo aulas de tango.

Enfim, o importante é sentir-se interessado pela modalidade escolhida, evitando que o desinteresse cause o abandono.

Alimente-se bem!

Seja qual for a modalidade de exercícios físicos praticada, a alimentação será sempre uma grande aliada. Nem sempre é fácil manter uma alimentação equilibrada e compatível com as calorias perdidas na academia. Felizmente, a ciência hoje já é capaz de oferecer alternativas como vitaminas e suplementos alimentares, especialmente para quem está sempre na correria. Nesse sentido, é sempre bom ressaltar a importância do acompanhamento profissional feito por um nutricionista.

Alongue-se!

O alongamento deve ser praticado antes e depois do exercício físico e não deve ser negligenciado nem por iniciantes e nem por atletas profissionais. Os especialistas apontam que o alongamento muscular relaxa o corpo, ativa a circulação, corrige a postura, assim como evita o risco de uma lesão. Além de ser um momento de intimidade com o próprio corpo, o alongamento aumenta a performance, colaborando para um melhor desempenho durante a realização da atividade principal.

E aí, ficou estimulado a praticar algum exercício? Deixe um comentário e se inscreva na nossa newsletter para receber mais dicas como essas!