Termogênico X pré-treino: entenda a diferença de uma vez por todas

Quando o assunto é suplementação esportiva, aqui no blog da Aurum Nutrição você fica por dentro de todos os detalhes. Em outras oportunidades nós já mostramos quais os 5 melhores suplementos para quem treina musculação e também se vale a pena investir em produtos intra-treinos

Pois bem, neste artigo vamos mostrar as principais diferenças entre os suplementos pré-treino e os termogênicos para você acabar com suas dúvidas de uma vez por todas. Confira!

Pré-treino 

Como o próprio nome já diz, os suplementos desta categoria devem ser consumidos cerca de 30 minutos antes do início dos treinos para dar um gás a mais nos exercícios, aumentando a energia, a força e o rendimento durante as atividades.  

As principais fórmulas de pré-treino contém estimulantes, como cafeína, taurina, creatina, arginina, ornitina e beta-alanina em sua composição. E por muitos desses ingredientes também serem considerados termogênicos ou estarem associados a eles, muitos confundem a finalidade desses suplementos. 

Além de ser consumido antes do treino, esse reforço energético deve ser feito por quem busca a hipertrofia muscular com mais rapidez ou por aqueles que procuram uma melhor definição dos músculos ou estão na fase do cutting. 

Mas para fazer isso com qualidade e sem prejudicar a saúde, cada atleta deve procurar um médico especialista para indicar a composição mais indicada e, principalmente, a dosagem ideal, pois quanto maior ela for, maiores as chances de efeitos colaterais surgirem, uma vez que com o passar do tempo o organismo se adapta aos efeitos dos estimulantes, facilitando o consumo exagerado dos produtos. 

Termogênico 

Se por um lado a maioria dos suplementos pré-treino tem substâncias termogênicas em sua composição, nem todos os produtos termogênicos podem ser utilizados para melhorar o desempenho atlético. 

Isso porque esse tipo de suplemento tem como função principal acelerar o metabolismo por meio do aumento da temperatura corporal — termogênese — para estimular a queima dos estoques de gordura. Tanto que a maioria desses produtos também conta com inibidores de apetite em suas fórmulas para frear a ingestão de calorias. 

Por isso, geralmente, os suplementos termogênicos são mais utilizados por pessoas acima do peso que desejam emagrecer com mais facilidade. Como grande parte desses produtos são à base de cafeína, eles também aumentam a energia e fornecem mais disposição para os treinamentos. Porém, não ajudam a “crescer'”e também não auxiliam na recuperação muscular, como ocorre com o pré-treino. 

Outro ponto importante! Os termogênicos devem ser tomados pela manhã ou, no máximo, no horário do almoço, para aumentar o gasto energético ao longo do dia e evitar efeitos colaterais, como agitação noturna e insônia. E sempre na dosagem correta. 

Agora que você já sabe a diferença entre os suplementos de pré-treino e os termogênicos, procure um especialista para indicar qual a melhor forma de consumo de acordo com seus objetivos. Não há contraindicação se o produto for consumido de maneira adequada. 

Gostou? Este post foi esclarecedor? Aproveite e compartilhe esse e outros posts de nosso blog nas redes sociais para acabar com essa e outras dúvidas de uma vez por todas. Até a próxima!