Por que você deve apostar no treino de força?

O treino de força traz muitos benefícios aos seus praticantes. Conhecido por aumentar o volume de massa muscular e definir a musculatura do corpo, as vantagens da prática regular do treino de força vão além da estética. Vamos conhecer o que essa atividade física pode fazer por você? Venha conosco!

Benefícios do treino de força

Ganho de massa muscular

Os músculos são compostos por fibras musculares que sofrem microlesões durante o treino de força, e o ganho de massa muscular acontece justamente quando essas microlesões se regeneram. Um indivíduo que segue um treino básico de força de aproximadamente 25 minutos duas vezes por semana adquire pouco mais de um quilo de massa magra (músculo) em dois meses.

Outro ponto importante é que os exercícios aeróbios, conhecidos por serem os responsáveis por eliminar gordura, não previnem a perda de massa muscular com o passar dos anos. Portanto, exercitar a musculatura com treinos com cargas é importante para manter a integridade muscular durante a meia idade, período em que a perda de massa muscular é mais acentuada.

Estabilidade das articulações

Os treinos de força mantêm o tônus da musculatura que envolve as principais articulações: ombros, quadris, joelhos e tornozelos. Especialmente no que diz respeito às articulações dos joelhos e tornozelos, por serem regiões de grande instabilidade, ao fortalecer a musculatura adjacente, os ligamentos e tendões ganham mais força e previnem lesões comuns como distensões e quedas.

Além disso, por serem estruturas mais frágeis, os ligamentos e tendões ficam protegidos dos impactos fortes pela musculatura mais tonificada.

Prevenção da osteoporose

Por uma questão hormonal, as mulheres são mais propensas a desenvolverem osteoporose. Porém, a prática regular de treinos com carga pode manter a densidade óssea, prevenindo o surgimento dessa condição.

Associar a prática de atividades físicas em geral aos treinos de força garante uma diferença significativa na densidade óssea do fêmur e outros ossos comuns de sofrerem fraturas — e em um período curto.

Metabolismo ativo

O aumento da massa muscular exige que o organismo dispense mais energia para a manutenção natural de suas funções. Assim, o treino de força pode ser considerado um ponto chave para manter o metabolismo sempre ativo e, consequentemente, para que haja uma maior queima de calorias.

Portanto, podemos dizer que, além de definir, a musculação emagrece!

Cuidados necessários

Assim como em qualquer outra atividade física, planejamento e cuidado na execução são fundamentais para que os objetivos de treinos sejam atingidos. O profissional de educação física é o especialista que vai ajudá-lo a montar um treino de força compatível com sua estrutura física e que possa ser ajustado conforme sua estrutura vá se modificando.

O risco de lesões físicas ou mesmo de desânimo nos treinos é bem maior quando se exagera nos treinos, para mais ou para menos. Portanto, cuidado! O ajuste ideal de cargas, séries e frequência de treinos deve ser realizado por quem sabe como o organismo funciona.

Frequência ideal de treino

Determinar a frequência ideal de treino depende de fatores individuais, porém, em linhas gerais, para os considerados iniciantes a frequência ideal dos treinos de força é duas a três vezes por semana, com um intervalo médio de 48 horas entre eles para que haja tempo de as fibras musculares se regenerarem.

Gostou desse artigo? Curta nossa página no Facebook e fique por dentro de mais dicas de treino e nutrição!