Para que serve a glutamina?

A suplementação cada vez mais vem sendo utilizada por atletas, e seus benefícios já são amplamente reconhecidos pela ciência. De fato, complementar a ingestão nutricional com nutrientes extras ajuda a melhorar a performance e trazer resultados mais consistentes.

No entanto, é preciso saber escolher. Existem algumas substâncias que realmente podem contribuir de forma efetiva, e uma das mais comentadas atualmente é a glutamina. Se você quer conhecer um pouco mais sobre esse aminoácido e seus benefícios e entender finalmente para que serve a glutamina, não deixe de ler o post de hoje. Confira:

O que é a glutamina?

A glutamina é um aminoácido encontrado em diversos alimentos. No entanto, sua suplementação vem apresentando fortes correlações com diversos benefícios, o que a faz ser utilizada por atletas amadores e profissionais. Ela está no grupo chamado de aminoácidos não essenciais, ou seja, faz parte daqueles que são produzidos pelo nosso organismo nos processos metabólicos. No entanto, isso não quer dizer que sua suplementação não seja importante e extremamente positiva.

Quais os seus benefícios?

Agora é a hora de entender para que serve a glutamina. Esse nutriente é tão importante para o organismo que muitos nutricionistas nem o consideram como um aminoácido não essencial. Ela é muito boa especialmente para quem pratica atividades físicas, pois auxilia na recuperação pós-treino e é importante na síntese de outros aminoácidos, ajudando a manter a homeostase dos tecidos e evitando o processo de catabolismo. Diversos estudos mostram sua eficácia e o composto é indispensável para quem quer ter resultados mais rápidos na musculação.

Como se não bastasse, ela também parece ajudar na queima de gordura e coopera para o aumento natural da quantidade de hormônio do crescimento. Esse hormônio, por sua vez, favorece bastante o desenvolvimento de massa muscular e a recuperação mais veloz do nosso corpo como um todo.

Além disso, esse poderoso aminoácido é uma fonte primária de energia para o sistema imunológico. Estudos apontam que sua escassez pode elevar a incidência de doenças e fragilizar nossas defesas, nos deixando vulneráveis a infecções e patologias oportunistas. A glutamina também é imprescindível para a absorção e a proliferação de células do intestino, prevenindo a deterioração desse órgão e normalizando a permeabilidade e integridade do mesmo.

Qual a melhor forma de consumo?

Para quem pratica esportes e treinos intensos, a glutamina em forma de suplemento é quase indispensável. Ela pode ser ingerida com frutas e carboidratos, pois a elevação da glicemia sanguínea ajuda o nutriente a entrar nas células mais rapidamente. Seus principais benefícios como suplemento são no pós-treino, mas muitos nutricionistas e praticantes alegam que uma dose pré-treino também é bastante vantajosa.

Como escolher a glutamina?

A glutamina como suplemento alimentar é um produto com registro na ANVISA e pode ser comprado no Brasil. Basta procurar uma marca de qualidade e fazer uso do suplemento, que pode melhorar consideravelmente sua performance, permitir uma recuperação muscular mais veloz e fazer com que seus treinos rendam muito mais.

Agora que você já sabe para que serva a glutamina, é hora de trazer os benefícios desse suplemento para sua dieta. Quer conhecer outro nutriente que pode ajudá-lo a ter resultados melhores nos seus treinos? Então confira também esse artigo sobre o BCAA!