O que é ômega 9 e por que devo introduzi-lo na minha alimentação?

Se você é uma pessoa ligada nas tendências do mundo fitness, então você provavelmente já ouviu falar do Ômega 9. Os diversos tipos de Ômegas, ou ácidos graxos, vêm sendo comercializados e consumidos por muitas pessoas através de uma alimentação equilibrada ou por suplementação. Tudo isso devido aos diversos benefícios que ele pode trazer para sua saúde, além de ajudar no emagrecimento. Se interessou? Então descubra agora mesmo mais detalhes desse componente especial!

O que é?

Os ácidos graxos classificados como insaturados são também representados pelo Ômega 3, Ômega 6, além do Ômega 9. Pode até parecer, mas eles não são todos iguais. Muita gente acaba confundindo, mas cada numeração significa componentes específicos.

O ômega 9 é também conhecido como a gordura monoinsaturada, mas não precisa desesperar ao ler a palavra gordura. É aquela famosa gordura boa, sabe? Para você ter noção, ela é relacionada ao nível de triglicerídeos mais saudáveis, ajudando na diminuição e controle do colesterol no seu sangue. O seu trabalho é incrível, já que ela diminui o LDL (o colesterol ruim) e aumenta o HDL (o colesterol bom)!

Onde encontrar?

Existem alguns alimentos que são fontes de Ômega 9, como o azeite de oliva, azeitona, castanhas e nozes. Tudo isso além do abacate, que foi marginalizado por alguns anos por ser considerado uma fruta gorda. Agora ele está de volta com o reconhecimento que lhe é devido!

Você também pode ingerir o Ômega 9 através de suplementações. Elas são comercializadas em diversos lugares, não são muito caras e não trazem nenhum risco a sua saúde!

Como ele funciona?

Além de controlar o colesterol, o Ômega 9 tem outros benefícios, como oferecer uma proteção cardiovascular ao organismo e ainda diminuir o acúmulo de gordura na região abdominal. Ou seja: ele funciona de forma maravilhosa, combatendo os pneuzinhos que você luta tanto para que desapareçam!

Uma pesquisa publicada na revista Diabetes Care, de uma Associação Americana de Diabetes, revelou exatamente isso: 2 colheres de copa de azeite, por exemplo, evitam a formação de gorduras na região na barriga!

Você deve estar se perguntando como isso acontece, não é? Pois bem, os componentes do azeite são responsáveis por estimular uma reorganização dos depósitos de gordura que estão no seu organismo. Como as gordurinhas gostam de se concentrar na região abdominal, o azeite faz com que elas se redistribuam.

E não é só isso! A queima de gordura acontece através de uma reação química – e esta depende de uma série de nutrientes. Esses, por sua vez, oxidam a gordura. E o azeite e as castanhas podem ser muito utilizadas no processo, já que o seu corpo pode usar os nutrientes que elas disponibilizam para formar hormônios e neurotransmissores que tem um papel importantíssimo no processo da perda de peso.

Por que devo incluir na minha dieta?

Essa era a pergunta que não queria calar quando você começou a ler esse texto, não é? Mas aposto que ela acabou sendo respondida pela forma com que ele funciona no seu organismo. Afinal de contas, quem não quer introduzir na dieta um componente como o Ômega 9?

Agora que você já sabe seus diversos benefícios, não se esqueça de começar a ingerir. Mas faça isso com cuidado e na dosagem correta! Se tiver alguma dúvida, não se esqueça de consultar o seu médico ou nutricionista. Aproveite para conferir a nossa postagem sobre a diferença do Ômega 3 e do Ômega 6!