Como ganhar massa muscular consumindo creatina

A creatina é um suplemento nutricional tão conhecido quanto o whey protein, especialmente para quem frequenta academias ou pratica rotinas de treino para ganhar massa muscular. Apesar de ambos serem considerados suplementos proteicos, ela apresenta algumas funções diferentes no organismo humano, devendo ser consumida de maneira controlada e com objetivos completamente diferentes dos procurados por quem faz o uso do whey protein.

Ficou interessado em saber como ganhar massa muscular com a ajuda da creatina? Então confira o artigo abaixo e aprenda tudo sobre esse suplemento!

O que é a creatina?

A creatina é um aminoácido naturalmente produzido pelo rim e pelo fígado no organismo humano. Diferentemente do whey protein, que é uma molécula completa de proteína, a creatina é somente um composto que, aliado com outros aminoácidos, pode formar uma molécula proteica. Por esse motivo, sua absorção pelo organismo é facilitada e, portanto, mais rápida quando comparada com a absorção de suplementos como o whey, a albumina e a caseína.

Como ela atua no meu organismo?

A creatina, apesar de ser um aminoácido e poder participar da formação de novas fibras musculares no organismo, não atua como um componente estrutural para ganhar massa muscular. Esse nutriente é utilizado para formar uma molécula chamada de fosfocreatina, que atua como uma importante fonte de energia para a musculatura corporal.

Além de fornecer energia para a musculatura esquelética (que é o maior consumidor da fosfocreatina no nosso corpo), a creatina também pode “alimentar” fibras musculares do coração, do cérebro e de outros órgãos no nosso corpo.

Graças a essa capacidade de fornecer energia rapidamente para a musculatura, a creatina é muito utilizada por praticantes de atividade física, atletas e amadores para produzir uma força extra nos exercícios que exigem grandes esforços das estruturas musculares. A produção dessa energia extra ocorre graças à capacidade da creatina de puxar a água extracelular para dentro da célula, fazendo com que ela inche e cause uma grande tensão nas membranas. Esse processo de “inchaço” temporário ajuda a musculatura a se desenvolver mais rapidamente e a ter mais energia para realizar um movimento específico naquela região.

Por que ela é importante para o meu treino de hipertrofia?

A creatina é um aminoácido que pode lhe ajudar a ganhar massa muscular (hipertrofia) de duas maneiras:

  • Aumentando a força intramuscular e a capacidade de executar os exercícios dos treinos de força, ou treinos de explosão (corridas de 100 m ou provas curtas de natação);
  • Aumento da captação de água extracelular, causando a hipertrofia da massa muscular.

Graças a esses dois resultados na rotina do seu treino é que muitos praticantes de atividades físicas não abrem mão do consumo da creatina na sua dieta de hipertrofia.

Como e quando devo tomar creatina?

Esse é um tópico muito importante a ser discutido nesse artigo. Como a creatina é um suplemento alimentar, seu consumo sempre deve ser realizado com a supervisão de um nutricionista ou médico, para garantir a ingestão do volume correto desse aminoácido, sem que ele seja capaz de prejudicar sua performance ou sua saúde.

A creatina é geralmente oferecida aos praticantes de atividade física aproximadamente uma hora antes do treino, para fornecer energia, ou logo após o treino, para repor os estoques corporais que foram utilizados durante o exercício. Alguns profissionais da área da saúde optam por dividir creatina em duas doses – uma antes e outra após o treino – para garantir os benefícios desse aminoácido em ambas as situações.

O volume que deve ser consumido em cada treino varia bastante para cada pessoa. Como todos nós apresentamos características e necessidades nutricionais individuais, somente um nutricionista ou um médico é capaz de definir o que pode ser considerado adequado para o seu tipo físico (e para o seu estilo de treino).

O consumo da creatina é, portanto, uma ótima opção para quem está precisando aumentar a massa muscular e a sua resposta energética durante os treinos. Nunca deixe de contar com a ajuda de um médico ou nutricionista para estabelecer a dose segura desse aminoácido para você, ok?

Você já faz uso de creatina? Quais foram os benefícios observados na sua prática e na hipertrofia muscular? Deixe seu comentário!