Como manter o peso e evitar o efeito sanfona?

Com a recente febre da alimentação saudável e a busca pelo corpo perfeito, muitas pessoas passaram a adotar o estilo de vida fitness e começaram a fazer dieta e exercícios. No entanto, muitas delas, iniciaram essa jornada por conta própria, sem orientação profissional ou copiando as musas fitness do Instagram, na busca incessante de como manter o peso.

O problema de seguir os exercícios e as dietas da moda, é que as pessoas facilmente se cansam de uma rotina que não foi feita e planejada de acordo com suas necessidades, se frustram por não conseguirem resultados rápidos e acabam por desistir da ideia. O pior, é que após retornarem aos seus hábitos anteriores, não sabem como manter o peso e sofrem com o famoso efeito sanfona. Por isso, vamos mostrar algumas dicas para você parar de ganhar peso e adquirir hábitos realmente saudáveis.

Evite as dietas radicais, elas não te ajudarão a manter o peso

Ter uma alimentação muito restrita, pode trazer riscos para a saúde, como a falta de vitaminas e a insuficiência de certos nutrientes, que são fundamentais para o bom funcionamento do organismo. Além disso, as dietas radicais podem gerar uma grande carga de estresse e aumentar muito o nível de Cortisol, hormônio, que influencia diretamente a capacidade de uma pessoa de manter o peso magro e diminuir o percentual de gorduras.

Por isso, dietas como a cetogênica e o jejum intermitente, devem ser feitas durante um curto período e elaboradas por um profissional qualificado, como, um nutricionista ou nutrólogo, caso contrário, elas certamente ocasionarão o efeito sanfona.

Torne os seus hábitos alimentares mais saudáveis

O grande segredo para não engordar é a mudança de hábitos alimentares. Fazer escolhas conscientes, substituições inteligentes e não se privar do que gosta. Por isso, é importante comer de 3 em 3 horas, evitar alimentos industrializados, priorizar os carboidratos integrais, incluir fontes saudáveis de proteína nas refeições e não deixar de ingerir gorduras boas, como o óleo de coco e as frutas oleaginosas. Os alimentos termogênicos também são ótimos aliados para acelerar o metabolismo e potencializar a queima de gorduras.

Inclua os exercícios físicos na sua rotina

Os exercícios físicos são fundamentais para a manutenção do peso e, inclusive, te permitem dar uma escapada da dieta de vez em quando. Eles aumentam o seu gasto calórico diário, ajudam a diminuir a retenção de líquidos e o inchaço, além melhorarem várias funções no organismo, como, por exemplo, a qualidade do sono, que é uma das grandes responsáveis pela perda de gordura abdominal. Sendo assim, manter uma rotina de exercícios durante 3 ou 4 vezes na semana, junto a uma alimentação balanceada, já é mais do que o suficiente para evitar oscilações na balança.

Procure a ajuda de um profissional

Se você enfrenta dificuldades de manter o seu peso, mesmo praticando exercícios e controlando sua alimentação, o ideal é procurar a ajuda de um profissional. Um endocrinologista, ou nutrólogo, por exemplo, poderá identificar o que você está fazendo de errado ou ainda se você possui alguma desregulação hormonal, como problemas na tireoide, que te fazem engordar ou simplesmente não te deixam perder peso.

O mais importante para ficar de bem com a balança é alcançar um equilíbrio. Controlar a alimentação de forma consciente, não deixar de comer o que gosta, evitar exageros, mesmo aos finais de semana, e praticar uma atividade física que seja prazerosa.

Se livrando das neuras e evitando o radicalismo, é possível aprender como manter o peso ou perdê-lo de forma gradativa e saudável. Gostou das nossas dicas? Então não deixe de compartilhá-las com seus amigos nas redes sociais.