8 alimentos para aumentar sua massa magra

Você sabia que a alimentação é um dos pilares de quem procura ter o físico perfeito? Alimentar-se corretamente é essencial para que o organismo utilize as reservas lipídicas e de carboidratos para produzir energia, poupando a proteína que será transformada em massa magra. Alguns alimentos são itens chave na dieta de quem quer aumentar a massa magra, você sabe quais são eles?

Batata-doce

A batata-doce é a queridinha da alimentação para quem quer aumentar a massa magra. Este alimento é bastante procurado graças ao seu baixo índice glicêmico, que permite liberação de carboidrato para o sangue por um longo período, melhorando a produção de energia e diminuindo o risco de queda da performance durante um exercício. O carboidrato é essencial para aumentar a massa magra, visto que seu fornecimento em quantidades corretas vai evitar que a proteína muscular seja utilizada como substrato energético para o organismo durante a atividade física.

Carboidratos integrais

Da mesma maneira que a batata-doce é um alimento de baixo índice glicêmico e importante fornecedor de energia para a alimentação de quem pratica atividade física, os carboidratos integrais cumprem papel semelhante no ganho da massa magra. Graças a sua enorme concentração de fibras, alimentos como o arroz, pão e macarrão integral, conseguem fornecer glicose em doses moderadas, para que a prática do exercício seja feita sem lesionar a massa muscular e sem prejudicar a performance.

Tapioca

Outro carboidrato muito procurado por quem quer aumentar sua massa magra é a tapioca. O motivo da procura por este alimento é diferente dos encontrados para a batata-doce e os carboidratos integrais, já que a tapioca pode ser considerada um carboidrato de índice glicêmico mais alto. O que torna esta panqueca de fécula de mandioca tão interessante é que ela é fonte única e exclusiva de carboidratos, sem a adição de proteínas e gorduras no seu desenvolvimento, como ocorre com pães, biscoitos e massas. O fornecimento efetivo de glicose é importante para quem vai realizar atividades físicas, já que ela é responsável por produzir energia e aumentar a queima de reservas lipídicas, valorizando a manutenção da massa magra corporal.

Peito de frango

Nem só de carboidrato vive o indivíduo que procura aumentar sua massa magra. Ingerir a dose correta de proteínas pode garantir que as perdas proteicas, que são naturais durante o exercício físico, sejam repostas sem dano ao organismo. Para isto, quanto mais pura a fonte de proteínas (isenta de carboidratos e lipídeos), melhor. O peito de frango é uma das fontes de proteína de alto valor biológico mais puras que podemos encontrar na alimentação humana. Esta parte da carne do frango tem baixo teor de gorduras e de carboidratos, se tornando uma fonte quase exclusiva de proteínas e, portanto, essencial para quem pretende aumentar a massa magra.

Queijo ricota

Um dos suplementos de proteína mais procurados pelos praticantes de atividade física é o concentrado de whey protein, que é desenvolvido através do soro do leite. Esta proteína é valorizada devido a sua rápida capacidade de absorção pelo organismo humano, sendo metabolizada de maneira efetiva como novas fibras de proteína muscular. O soro do leite é a base de formação do queijo ricota, que é uma fonte com baixo teor de lipídeos e carboidratos de proteína de alto valor biológico.

Arroz + Feijão

Alguns aminoácidos são considerados essenciais para a alimentação humana, especialmente para o desenvolvimento da massa muscular destes indivíduos. Apesar de grande parte destes aminoácidos ser encontrados em produtos de origem animal, a mistura brasileira de arroz com feijão é capaz de fornecer concentrações satisfatórias destes nutrientes para a nossa alimentação. Os aminoácidos encontrados no arroz e no feijão se complementam, tornando este prato um dos mais saudáveis já elaborados para praticantes de atividade física.

Frutas

Existem três motivos pelo qual o consumo de frutas é considerado essencial para quem quer aumentar a massa magra: o primeiro é a sua concentração de carboidratos, que já afirmamos nos itens anteriores que são o combustível essencial para prevenir a perda de massa magra durante um exercício; o segundo é o fornecimento de antioxidantes naturais, como a vitamina C e E, que protegem a musculatura da ação de radicais livres produzidos pela atividade física, envelhecimento e poluição; e o terceiro é sua fonte de fibras alimentares, que ajuda a manter os níveis de glicemia normais no sangue e favorece a melhora da performance do exercício, valorizando a hipertrofia muscular.

Apesar destes alimentos cumprirem papel importante no desenvolvimento e aumento da massa magra no organismo humano, seu efeito só é observado em indivíduos que seguem uma alimentação balanceada e equilibrada, em associação com atividades físicas ideais para hiperplasia e hipertrofia.

Queremos ouvir a sua opinião! Você já adicionou algum destes alimentos à sua alimentação diária? Conseguiu observar resultados? Conte para nós no espaço abaixo!