5 coisas que você precisa saber antes de correr na chuva

Para quem está determinado a manter a rotina nas corridas de rua não há motivos que impeçam a continuidade dos treinos. Nem mesmo a chuva! 

Seguindo alguns cuidados, correr na chuva pode ser tão prazeroso quanto em qualquer outro tempo.  

Entretanto, vale a pena seguir algumas orientações para você não escorregar nesta ideia. Por isso, separamos cinco dicas que podem fazer a diferença quando a chuva começar a cair. Mesmo embaixo de chuva, vem com a gente! 

1- Priorize sua segurança 

Correr na chuva em parques ou locais muito arborizados não é recomendado. O Brasil é campeão na incidência de raios e as árvores são focos de descargas elétricas. 

Além disso, geralmente os parques apresentam solos sem cimentação, o que acaba se transformando em barro por causa da água. 

Evite locais nas ruas onde há muitas faixas pintadas no asfalto, pois quando estão molhadas elas aumentam a possibilidade de escorregões. 

Tenha cuidado com as poças d’água, pois podem esconder buracos. Fuja delas e dos terrenos irregulares.

2- Mantenha sua imunidade equilibrada 

Para se aventurar a correr na chuva é preciso estar com a saúde em dia. Se você acabou de sair de uma gripe ou resfriado, fique em casa. 

Além disso, é preciso manter uma alimentação balanceada para fortalecer o organismo, com muitas vitaminas, sais minerais e nutrientes que reforçam a imunidade. 

Uma boa dica é sempre comer cinco porções diárias de frutas, verduras, legumes e alimentos ricos em vitamina C, como as frutas cítricas. 

3- Use equipamentos adequados  

Ficar incomodado ao correr na chuva é um fator desestimulador para seu treino. Entre os motivos que influenciam no seu humor, estão as roupas inadequadas, que acabam ficando pesadas e encharcadas. 

Priorize as roupas dryfit. Vale a pena utilizar uma viseira ou um boné para evitar que os pingos atinjam seus olhos, além de um agasalho impermeável.

Em relação ao tênis, opte pelos que têm sistemas modernos de escoamento da água, o que evita que fiquem pesados. E depois da corrida é importante lavá-lo. 

E as meias jamais devem ser de algodão, elas encharcam muito, aumentando o atrito, o que influencia no surgimento de bolhas. 

4- Hidrate-se muito 

Mesmo embaixo de chuva é preciso manter a hidratação durante a corrida. O conselho é que seja ingeridos até 200 ml de água a cada 15 minutos de treino. 

Apesar do suor não ser tão constante, o corpo desidrata, necessitando da recomposição de líquido constantemente. 

5- Ouça música 

A tecnologia disponível hoje em dia contribui com a harmonia de sua corrida, mesmo embaixo de chuva. 

Existem vários tipos de equipamentos a prova d’água que podem ser utilizados nos seus percursos, inclusive em tamanhos convidativos.

Também há compartimentos a prova d’água para Ipods, celulares, e Mp3. Como música e corrida andam juntas, tenha certeza de que também estarão de braços dados nas chuvas. 

Seguindo estas dicas, você perceberá que correr debaixo de chuva pode ser tão prazeroso quanto em qualquer outro tempo! E muitas vezes, até melhor! 

Que tal compartilhar este artigo com seus amigos e familiares nas redes sociais? Afinal, correr com outras pessoas é sempre muito bom!