4 incríveis exercícios para o corpo inteiro

A preocupação com a saúde vem aumentando. Cada vez mais, pessoas estão praticando atividades físicas e os exercícios para o corpo inteiro são os queridinhos do momento.

A prática de trabalhar os músculos de forma isolada vem sendo deixada de lado, substituída por um trabalho mais otimizado e completo. Nesses casos, o corpo humano opera em harmonia. Quando o exercício é realizado e uma musculatura é exigida, todas as partes do corpo interligadas a ela atuam juntas.

Com a diversa gama de opções de atividades, surge a dúvida de qual eleger para o treinamento. Para ajudar então, neste post, vamos mostrar 4 exercícios incríveis para o corpo inteiro que você não deve deixar de fazer. Acompanhe! 

1. Burpee

O burpee é um excelente exercício com um grau de dificuldade avançado. Ele trabalha a coordenação, força, potência e resistência.

Os músculos ativados por ele são: peitoral, ombro, tríceps, quadríceps, quadríceps, posterior da coxa, glúteos, panturrilha, abdômen, flexores do quadril e lombar.

Modo de executar

  • Em pé com os braços alinhados ao corpo, comece executando um agachamento;
  • Rapidamente, coloque as mãos a frente e jogue as pernas para trás;
  • Faça um movimento de flexão e levante;
  • Quando as pernas estiverem estendidas, termine o movimento com um salto.

Dica: Para facilitar, quem está iniciando pode começar sem a flexão e sem o salto.

2. Agachamento

O agachamento ativa toda a parte inferior do corpo em apenas um movimento. Os músculos exigidos por ele são do abdômen, eretores, glúteo, posterior, oblíquo e panturrilha.

Existem algumas variações no exercício, mas a melhor delas é o agachamento livre, sem a ajuda de aparelhos.

Modo de executar

  • Em pé, afaste os pés de modo que fiquem um pouco além da linha dos ombros;
  • Contraia o abdômen;
  • Apoie a barra no trapézio, cuidando para não forçar a cervical;
  • Jogue o quadril para trás;
  • Alinhe a coluna, estabilize a escápula e jogue o peitoral para frente;
  • Posicione os joelhos em paralelo, cuidando para que eles não virem;
  • Agache, mantendo o abdômen e a escápula contraídos.

Cuide sempre para que os joelhos não ultrapassem a linha dos pés. Para os iniciantes, é possível começar realizando o agachamento smith, no qual a barra é fixa no aparelho.

3. Prancha

A prancha é um exercício isométrico, ou seja, sem movimento articular, que pode ser realizado em qualquer lugar. Ela trabalha o CORE, que é a região central do corpo, responsável pelo equilíbrio e suporte da coluna e quadris. Além disso, ativa o glúteo e os músculos abdominais e dorsais de forma direta.

Modo de executar

  • Deite-se com a barriga virada para baixo, pernas estendidas e cotovelos abaixo dos ombros;
  • Eleve o tronco, ficando na ponta dos pés e apoiando os cotovelos no chão;
  • Os cotovelos devem estar alinhados com os ombros;
  • Mantenha a coluna reta, cuidando sempre para não curvá-la;
  • Contraia o glúteo e o abdômen para proteger a lombar.

Inicie o exercício realizando-o por 10 segundos. Aumente o tempo conforme se sentir confortável. 

Para ajudar, nos primeiros dias, é indicado utilizar um apoio mais alto para os cotovelos, como uma bola suíça, por exemplo. 

4. Apoio ou flexão

O apoio desenvolve toda a parte superior, principalmente o peitoral, deltoide e tríceps. A posição inicial é parecida com a prancha, contudo há um movimento que faz com que as musculaturas exigidas sejam diferentes.

Modo de executar

  • Deite-se com a barriga virada para baixo, pernas estendidas;
  • Posicione as mãos no chão um pouco mais abertas que a largura dos ombros;
  • Os cotovelos devem estar sempre ao lado do ombro, apontando na direção dos pés;
  • Desça até quase tocar o peitoral no chão;
  • Suba cuidando para não travar os cotovelos.

As musculaturas devem estar estabilizadas no momento da flexão, principalmente o abdômen e a lombar. Ao executar o movimento, o corpo precisa ficar em linha reta, desde o calcanhar até a cabeça.

Praticar atividades físicas e cuidar da alimentação é sinônimo de qualidade de vida. Não se esqueça que antes de iniciar qualquer exercício é preciso sempre alongar e consultar um profissional capacitado.

Se você curtiu o nosso post com os exercícios para o corpo inteiro, compartilhe nas redes sociais para os seus amigos curtirem também!